É seguro viajar de avião com cães? Entenda tudo sobre

Muitos tutores de pets se perguntam se é seguro viajar de avião com seus filhos pet. 

A ideia de voar com um amigo peludo pode parecer desafiadora, especialmente quando consideramos aspectos como a saúde do animal, o estresse da viagem e as políticas das companhias aéreas. 

Este artigo explora os riscos associados à viagem aérea com cachorros e fornece dicas essenciais para garantir uma jornada segura e confortável para seu pet.

Avaliando os riscos

Viajar de avião com um cachorro carrega certos riscos, que variam dependendo da raça, idade, saúde e do próprio voo. 

Raças braquicefálicas, por exemplo, têm maior risco de problemas respiratórios devido às suas características físicas. 

Além disso, o estresse da viagem e as mudanças no ambiente podem afetar o bem-estar do animal.

Fatores de risco a considerar ao viajar de avião com cães

  • Condição de Saúde do Cachorro: Cães com problemas de saúde preexistentes podem enfrentar riscos adicionais ao voar.
  • Idade: Cachorros muito jovens ou idosos podem ser mais sensíveis às tensões do voo.
  • Tipo de Raça: Algumas raças, especialmente as de focinho curto, podem ter dificuldades adicionais em ambientes pressurizados.

Precauções e preparativos para a viagem

preparativos para viajar de avião com cães
  1. Consulta Veterinária Antecipada: Um check-up é essencial para garantir que seu cachorro está apto para voar.
  2. Escolha Cuidadosa da Companhia Aérea: Opte por companhias aéreas que tenham políticas claras e positivas para o transporte de animais.
  3. Treinamento com a Caixa de Transporte: Acostume seu cachorro com a caixa de transporte bem antes da viagem.
  4. Evitar Sedativos: A menos que expressamente recomendado por um veterinário, sedativos devem ser evitados, pois podem afetar a respiração do cachorro durante o voo.

Dicas para um voo seguro

  • Mantenha a Rotina do Cachorro: Tente manter a rotina normal do seu pet no dia da viagem.
  • Hidratação e Alimentação: Garanta que seu cachorro esteja bem hidratado e alimentado antes do voo, mas evite refeições pesadas.
  • Identificação Adequada: Certifique-se de que seu cachorro tenha identificação clara, incluindo microchip e etiquetas na coleira.

Viajar de avião com um cachorro pode ser seguro, desde que sejam tomadas as devidas precauções. 

O planejamento cuidadoso e a atenção às necessidades específicas do seu pet são cruciais para minimizar os riscos e garantir uma viagem tranquila.

Lembre-se de que cada cachorro é único, e o que funciona para um pode não ser ideal para outro. 

Portanto, a chave para uma viagem segura está no planejamento cuidadoso e na consulta com profissionais.

Se ainda estiver em dúvida sobre a segurança de viajar de avião com seu cachorro, considere buscar a orientação de especialistas como a Pet Viajante, que podem oferecer conselhos personalizados e assistência em todos os aspectos da viagem aérea internacional com pets.

Acesse também outros artigos do nosso blog: https://petviajante.com.br/blog/